Tag Archives: curiosidades

7 curiosidades sobre Lupita Nyong’o

10 mar

Enquanto não sou rica e famosa, não sou convidada para as after parties do Oscar e não posso confraternizar com os ganhadores, como Lupita Nyong’o.

A premiação do Oscar 2014 aconteceu no domingo, dia 28 de fevereiro, mas ainda está dando o que falar!

Pessoalmente achei todas as escolhas (de melhor filme e atores) desse ano, acertadíssimas!

E quem anda chamando muita atenção nesta temporada de premiações é a atriz Lupita Nyong’o. Não só pela sua excelente performance em 12 Anos de Escravidão, mas também, pela sua beleza, seu engajamento e pelo seu lado fashionista!

E como a gente ainda não a conhece muito bem, lá se vão algumas informações para conhecermos melhor a nova queridinha de Hollywood:

1- Lupita Amondi Nyong’o tem 31 anos e nasceu no México, apesar de seus pais serem do Quênia. Eles estavam temporariamente no México (em busca de refúgio político e segurança, pois seu pai era professor de Ciências Políticas no Quênia), e a pequena Lupita acabou nascendo por lá;

2- Seu pai se tornou senador no Quênia;

3- Ela tem mais 4 irmãos (sem falar que um deles, saiu naquela selfie super famosa, no Oscar, lotada de estrelas como Julia Roberts, Brad Pitt e cia);

4- O seu nome é uma carinhosa referência à Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira do México;

5- Ela é fluente em inglês, espanhol, swahili e luo, línguas faladas pelas etnias africanas;

6- Estudou cinema na universidade americana de Yale, na Yale School of Drama (Mestrado!!);

7- Ela adotou o cabelo curto há mais de 10 anos pois se sentia cansada de ter que ir ao cabeleireiro;

No mais, ela é linda, linda e linda! Sou fã!!!

Espero que tenham gostado! Aliás, o filme 12 Anos de Escravidão é longo, mas lindo! Vale a pena assistir!

Beijos e todos e boa semana!!

Nádia.

Anúncios

The September Issue

27 set

Enquanto não sou rica para ir a Paris acompanhar a semana de moda de lá, me contento com os blogs de moda e as maravilhosas edições de Setembro das minhas revistas de moda favoritas.

Setembro já está no finalzinho, acabamos de entrar na primavera, mas ainda quero falar um pouco sobre esse mês da moda! Se você é fashionista já deve saber mas, caso você seja um iniciante no mundo da moda, ou apenas um curioso… Já reparou como as edições das revistas de moda são bem maiores no mês de Setembro? RE-PARA ! rs

Dando uma olhadinha no que está “pegando” no mundo da moda, lembrei que sempre tive vontade de entender o porquê das revistas americanas de moda (minhas favoritas) virem tão grandes (algumas com mais de 900 páginas!) no mês de Setembro. Por aqui no Brasil, essa “moda” também pegou e as edições de Setembro das revistas de moda costumam vir enormes e bem caprichadas. Fui ler, pesquisar, e agora resolvi compartilhar!

Ah, e vale lembrar que acabamos de mudar de estação, né?! Outono no hemisfério norte e primavera por aqui…

Setembro é conhecido como o mês de festa entre as revistas de moda (ou fashion magazines), ao redor do mundo. As suas  respectivas edições de Setembro aparecem com participações especiais, campanhas publicitárias maravilhosas, capas super disputadas e números de páginas recordes. Por este motivo, a data deu origem ao termo “The September Issue”, que já até virou um documentário (onde é mostrado com detalhes como é a produção dessa edição que tem cinco meses de antecedência pra sair perfeita) estrelado por Anna Wintour, a super poderosa editora chefe da revista Vogue USA. Quem adora moda e ainda não assistiu, favor providenciar o mais rápido possível!

O motivo é simples: é em setembro que acontecem os lançamentos de inverno (muito festejado), na verdade celebra a chegada do Outono-Inverno, que é o momento mais importante da moda internacional. A edição de Setembro se tornou uma ‘bíblia’ das novidades, cores, texturas e padronagens que vão definir os rumos da moda pelos próximos meses.

Outro exemplo das comemorações de moda, em setembro, é o evento Fashion’s Night Out, realizado pela Vogue (acontece aqui no Brasil também!!), que antecede o período de maior movimento nas lojas mundo afora: o Natal. O resultado disso são publicações bem recheadas – a Vogue America desse ano vem com mais de 900 páginas, as celebrities do momento em suas capas e photoshoots poderosos, editoriais ainda mais caprichados, o triplo de anúncios e muitas, muitas matérias antecipando o que vai ser quente na próxima temporada.

As revistas de moda de setembro são sempre as mais importantes do ano, pois são as edições que trazem as peças mais desejadas do momento e todas as tendências que estarão em alta nos próximos meses. Por isso, as famosas fotografadas para a capa são sempre mulheres que estão fazendo muuuito sucesso!

Dou um doce pra quem adivinhar quem é a capa da September Issue da Vogue America 2013!!!!! rsrs Tá fazendo pouco sucesso, a moça… rsrs

vogue-setembro-2013

 

E ai?

Mataram a curiosidade??? rs

Bom final de Setembro a todos e até a semana que vem!

Bjkas,

Ná.

Curiosidades sobre o Oscar

22 fev

Enquanto não sou rica e não me convidam para participar da entrega dos Oscars em Los Angeles, assisto tudo pela televisão mesmo!

Oscars

Esse próximo domingo, dia 24 de fevereiro, vai acontecer a entrega dos prêmios Oscars (ou Oscares, mas eu acho mais esquisito)!!

A cerimônia se encontra na sua 85.a edição e tem como concorrentes, esse ano, para melhor filme os seguintes indicados: Amour, Argo, Indomável Sonhadora, Django Livre, Os Miseráveis, As Aventuras de Pi, Lincoln, O Lado Bom da Vida e A Hora Mais Escura.

Aproveitando o assunto e já para entrarmos no clima do Oscar, aí vão algumas curiosidades:

  • Oferecido anualmente pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (no original: Academy of Motion Picture Arts and Sciences ou AMPAS) desde 1929, o prêmio foi uma idéia de Louis B. Mayer, chefe do estúdio Metro-Goldwyn-Mayer (MGM)
  • A votação para escolher os vencedores é feita em dois turnos. No primeiro membros da Academia, pessoas ativas no processo de produção de cinema, votam dentro da sua área de atuação e têm direito a um voto também na categoria Melhor Filme. É daí que saem os indicados. Com a lista de candidatos em mãos, os jurados recebem cédulas de votação que vão decidir os ganhadores. Para ser elegível ao prêmio, o filme deve ter ao menos 40 minutos (exceto nas categorias de curtas-metragens), ser exibido em Los Angeles entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro e ter cópias em 35mm ou 70mm ou digitais de 24 ou 48 quadros por segundo.
  • Se acontecer algum incidente e o Oscar que você recebeu foi parar na mão do seu filho bagunceiro ou do seu bebê e, consequentemente, foi parar no chão. Não se preocupe. “Eles” fazem Oscars extras e, provavelmente, o seu poderá ser reposto. A estatueta que é entregue aos vencedores é feita de cobre, estanho e antimónio, com uma espessa cobertura de ouro de 24 quilates.
  • O Kodak Theater, em Los Angeles, local das mais recentes cerimônias, tem capacidade para acomodar 3.332 pessoas. Como nem todo mundo comparece, existem pessoas que são chamadas para preencher esse lugares, os “seat-fillers“, que ganham $125 por hora, para fazer o lugar parecer lotado! Eu iria de graça, fato.
  • Desde 2002 existe a regra dos 45 segundos para o discurso de agradecimento. Depois disso, a orquestra começa a tocar, sem dó.
  • Marilyn Monroe, ícone do cinema hollywoodiano nunca, sequer, foi nomeada a um Oscar, o que a torna uma das mais famosas estrelas que nunca ganharam um Oscar.
  • Sobre o nome da estatueta, há várias teorias. Há quem diga que o nome de Oscar pode ter surgido do comentário feito pela atriz Bette Davis, depois desta ter dito que a estatueta era parecida com o seu marido, Harmon Oscar Nelson. Os mais céticos dizem que é improvável que tenha sido esse o motivo que batizou o nome da estatueta, porque Hamon era conhecido por “Ham” em vez de “Oscar”. Outra teoria diz que o nome Oscar foi dado por uma secretária da Academia, que dizia que a estatueta era parecida com seu Tio Oscar. De qualquer forma, o prêmio só passou a se chamar Oscar em 1939 (10 anos depois que a premiação teve início). Oscar é, então, um “apelido” para Academy Award of Merit (nome oficial).
  • Vivien Leigh é um dos nomes mais famosos que já vendeu o seu Oscar. A atriz ganhou a estatueta pelo seu desempenho no filme “E o Vento Levou” em 1939, e  o Oscar foi vendido por 563.000 dólares na Sotherby, em Nova Iorque. Desde 1950 que os vencedores fizeram a “promessa” de não vender a sua estatueta.
  • Os vencedores do Oscar não são, de fato, os donos da estatueta. Ao serem presenteados com o prêmio, os vencedores têm que assinar um contrato concordando que, se quiserem vender suas estatuetas, eles devem oferecer, primeiro, à Academia, por $1 (ó!). Se eles se recusarem a assinar, os vencedores não podem ficar com a estatueta (ó!). Essa regra existe desde 1950, o que significa que Oscars mais antigos podem ser encontrados no “mercado”.
  • Walt Disney detém o recorde de maior número de Oscars  recebidos por um indivíduo. Ele recebeu 22 prémios, bem como quatro prémios honorários. Os dois dos seus últimos prêmios foram entregues postumamente.
  • Meryl Streep é a atriz campeã de indicações nas categorias de atuação, com 17 (já levou 3 pra casa). A maior vencedora, no entanto, com 4 Oscars, é  Katharine Hepburn.
  • Entre os atores, o recordista de indicações é Jack Nicholson, que teve 12 indicações e ganhou três vezes, por Um Estranho no Ninho (1975), Laços de Ternura (1983) e Melhor é Impossível (1997). O mesmo número de vitórias já foi conquistado por Walter Brennan.
  • Atores diferentes repetindo um mesmo personagem não chegam a ser algo raro, mas dois atores diferentes ganhando um Oscar pelo mesmo personagem sim. Na verdade, apenas Don Corleone proporcionou isso, a Marlon Brando, em 1972, e Robert De Niro, em 1974, em O Poderoso Chefão e O Poderoso Chefão II, respectivamente.
  • Os maiores vencedores da história do Oscar são três filmes que conquistaram 11 estatuetas cada. O primeiro foi Ben-Hur (1959), só alcançado 38 anos depois por Titanic (1997). Mas O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003) pode ser considerado o mais bem-sucedido deles, afinal ele ganhou simplesmente todas as categorias nas quais estava indicado.
  • Já ouve empate!!! Em 1968 a então estreante Barbra Streisand ganhou um Oscar de melhor atriz por seu papel em Funny Girl – A Garota Genial. Mas não levou sozinha. Pela primeira (e única, até hoje) vez na história houve um empate nessa categoria. Katharine Hepburn, de O Leão no Inverno, também ficou com uma estatueta (antes disso o único empate tinha acontecido em 1931/2, entre os atores Frederick March e Wallace Beery, mas o caso deles se explica porque na época ainda não existiam as categorias de coadjuvantes).

Fonte: (UOL, Discovery.com, About.com, Oscar.go.com)

E aí, já sabem TUDO sobre o Oscar?? Ansiosos para domingo??

Até semana que vem e tenham todos um ótimo final de semana! Bjkas

%d blogueiros gostam disto: